Total de visualizações de página

Postagens populares

Follow by Email

sábado, 27 de outubro de 2012

O sangue nas ruas...

Nos últimos dias São Paulo contou seus mortos. Cerca de 30 assinatos além dos feridos. A cidade esta se tornando uma zona de guerra. Atentados terrorista em cidades do oriente médio, por vezes matam menos. O que esta acontecendo?


A sensação de insegurança é total. Basta você ficar parado na porta de sua casa para ser um alvo fácil desses ataques. A tirar pelo "modus operandis" desses miliantes, os alvos são aleatórios e o intuíto é espalhar o pânico e o medo. Estão conseguindo. Além disso quadrilhas de batedores de carteira campeiam livremente nos corredores de onibus e metros e o assalto a mão armada esta em cada esquina da capital.

Por outro lado impostos absurdos, multas e taxas, como a da controlar por exemplo, acuam o cidadão que trabalha e vive em uma das cidades mais caras do país. Esta se tornando o inferno em vida. São Paulo dos sonho, esta se ficando inviável. O que fazer?

Atenção redobrada sobre os governantes da cidade, executivo e legislativo e cobrança de suas ações e atos, pois deles pode advir algum alento para essa situação que vivemos.

Recolhimento, oração e retiro espiritual também ajudam, no entanto a solução virá pelas mãos dos próprios cidadãos. O povo tem força e se esta deixando que façam isso com ele esta na hora de dar a volta por cima e exigir segurança e benfeitorias na educação, na saúde, habitação etc, pois tudo isso lhes pertence por direito. Acorda São Paulo. Somos mais de 10 milhões de habitantes, não há motivo para estarmos acuados dessa maneira. Não somo carneiros a caminho da degola. Temos família e a força esta do nosso lado, nem que para isso tenhamos que radicalizar em nossss reivindicações. Chega de insegurança, chega de taxas e impostos escorchantes, chega da industria das multas. O morador dessa grande metropole merece mais atenção consideração e respeito por parte da sua classe governante. Dignidade para o cidadão e cadeia para o marginal e o corrupto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário